terça-feira, 16 de agosto de 2011

Oficina de Biodiversidade no CEFS Paranapiacaba/SP

Nos dias 6 e 7 de agosto de 2011 foi realizada a oficina A Biodiversidade da Mata Atlântica, recebemos profissionais e estudantes de diversas instituições para trabalhar em cima do tema biodiversidade. Na primeira parte do evento apresentamos fundamentos teóricos sobre a biodiversidade na Mata Atlântica. Apresentamos o conceito de espécies, processos geológicos, barreiras geográficas e especiação. Na segunda parte foi a vez de mostrar aos participantes os métodos de observação de avifauna, estrutura de dossel, botânica, herpetofauna e mastofauna. A noite fomos a campo no Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba em dois grupos, um com o objetivo de observar as aves noturnas e outro para observar a herpetofauna e mastofauna. Foram observadas corujas, sapos e rãs (Scinax obtriangulatus, Scinax hayii, Bokermannohyla hylax e Ischnocnema parva) e um marsupial. Aos participantes foram ensinados métodos de registro e monitoramento.

No dia seguinte caminhamos até a Reserva Biológica do Alto da Serra de Paranapiacaba que é administrada pelo Instituto de Botânica, orgão ligado a Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo, para realização do campo de avifauna e botânica, registramos muitas espécies de aves dentre elas a Saíra-lagarta (Tangara desmaresti) e o Capitão-de-saíra (Attlila rufus), ave imponente e muito territorialista. Também foi realizado coleta botânica e na parte final conhecemos a Casa do Naturalista, que hospeda pesquisadores desde o século XIX, muitos pesquisadores brasileiros já passaram por ali dentre eles: Werner Bokermann, Bertha e Adolpho Lutz, Paulo E. Vanzolini, Miranda Ribeiro entre outros.

Os objetivos da oficina foram (1) apresentar os conceitos relativos ao tema biodiversidade de forma teórica e prática e (2) buscar formas de conservação e preservação da biodiversidade da Mata Atlântica. Acreditamos que conseguimos suprir os participantes de informações importantes que irão instigá-los a realizar trabalhos relativos a biodiversidade, também fizemos uma experiência de integração entre as disciplinas de biologia e geografia tão importante para a compreensão da complexidade da biodiversidade da Mata Atlântica. Nós da Ekholus esperamos que haja novas oficinas em um futuro próximo para formar mais pessoas que compreendam o quanto é frágil a biodiversidade da Mata Atlântica, sendo essa a nossa principal meta como educadores e defensores da natureza selvagem.

Apresentações:

Fundamentos teóricos para compreensão da complexidade da biodiversidade da Mata Atlântica
Victor Dimitrov

Palestra de observação e identificação de Aves
Demis Bucci

Estrutura e diversidade da Mata Atlântica de Paranapiacaba
Marcos Enoque Leite Lima

Métodos de observação e identificação da Flora
Mayara Pastore

Album de fotos:

Oficina de Biodiversidade 06 e 07 de agosto de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário